C. Formoso: Justiça declara Greve do SISE ilegal e determina volta às aulas

Compartilhe

Matéria original do Taza

Na manhã desta segunda (27), o Tribunal de Justiça da Bahia considerou ilegal a greve dos professores do SISE (Sindicato dos Servidores em Educação) realizada na cidade de Campo Formoso.  A decisão foi tomada pela Desembargadora Lígia Maria Ramos Cunha Lima, que determinou o imediato retorno dos professores as atividades, sob pena de multa diária de 5 mil reais, autorizando ainda o desconto dos dias não trabalhados na folha de pagamento.

Na decisão, a Desembargadora declara que a atual gestão municipal, da Prefeita Rose Menezes, demonstra está predisposta a acatar parcialmente as reivindicações dos docentes e acessível as negociações. Para determinar o retorno às aulas, a Desembargadora ainda levou em consideração, os prejuízos irreparáveis aos alunos que são causados pela paralisação das aulas.

Os professores do SISE reivindicam o pagamento dos salários atrasados de dezembro de 2016, deixados pela última gestão da prefeitura, porém só aceitam o pagamento de forma integral (em uma parcela). A última proposta da atual gestão da Prefeitura é de realizar o pagamento em três vezes (uma parcela de 50% do valor do salário e duas parcelas com os valores de 25% cada).  

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.